• Ano novo começando. Nessa época, é comum rever atitudes e planejar mudanças. As famosas resoluções de ano novo podem incluir emagrecimento, prática regular de atividades físicas, contato com antigos amigos, e muito mais. No entanto, muitos se esquecem de algo importantíssimo: planejar a manutenção da saúde, principalmente a dos olhos.
     
    De acordo com o oftalmologista Richard Yudi Hida, para manter a saúde dos olhos é necessário fazer uma análise detalhada periodicamente, pois algumas doenças oculares são assintomáticas ou silenciosas. “Os olhos são compostos por estruturas frágeis e exigem cuidados frequentes. O check-up ocular consiste em uma avaliação clínica de rotina no consultório que inclui a acuidade visual, avaliação da pressão ocular, exame microscópico dos olhos e exame do fundo de olho. Muitas doenças oculares são silenciosas e podem progredir rapidamente, independentemente da idade. Quanto mais cedo o diagnóstico, maiores as chances de evitar cegueira”, alerta o especialista. 
     
    QUANDO VISITAR O OFTALMOLOGISTA? 

    O primeiro exame oftalmológico de rotina deve ser realizado logo no berçário (o Teste do Olhinho) e, depois, sugere-se aos pais que levem a criança ao oftalmologista a cada ano. “Mas se a criança se queixar de dor de cabeça ou mal estar após algum esforço visual, apresentar desinteresse por leitura, franzir a testa para enxergar objetos distantes ou se aproximar muito de cadernos e livros para ler, é hora de procurar um profissional, pois problemas oculares não tratados podem afetar o aprendizado”, alerta Hida. Na adolescência, os jovens costumam apresentar sinais de cansaço visual e dor de cabeça. Nessa fase é comum o aparecimento de alterações refrativas, como Astigmatismo, Miopia e Hipermetropia. “Quase todas elas podem ser corrigidas com uso de óculos”, diz.
     
    Já na fase adulta, as pessoas devem redobrar a atenção à saúde dos olhos. Após os 40 anos, os indivíduos ficam mais suscetíveis às doenças que podem causar cegueira irreversível. Os diabéticos também devem ficar atentos, pois são mais vulneráveis às complicações oculares como a Retinopatia Diabética, que é umas das principais causas de cegueira no mundo. “Ao completar 40 anos, sugere-se que as visitas sejam a cada um ano e, a partir dos 60, o check-up oftalmológico deve acontecer com mais frequência, dependendo da doença. O cuidado com nossos olhos é um hábito que devemos manter desde o nascimento. Os exames oftalmológicos garantem a manutenção de uma boa qualidade visual e qualidade de vida, portanto, não deixe de realizá-los periodicamente”, aconselha o médico.
     
    Fonte: Dr. Visão

    Dezoitocom