• A retina é a parte interna do olho, onde se formam as imagens. Composta por uma grande quantidade de vasos sanguíneos em meio a células muito delicadas, ela acaba sendo uma área bastante suscetível a doenças. É comum a obstrução de vasos, geralmente em pessoas com hipertensão arterial (pressão alta). Quando isso ocorre, há vazamento do sangue dos vasos para a retina. Essa hemorragia causa imediata degradação da visão e propicia o aparecimento de infecções. Tanto o quadro inflamatório quanto o de trombose (obstrução) estão associados ao chamado edema (inchaço) de mácula.

    Segundo o oftalmologista Sebastião Ferreira Neto, até pouco tempo, as doenças do interior do olho eram remediadas apenas com colírio — tratamento considerado pouco efetivo. Recentemente, surgiram injeções intraoculares muito eficientes, mas com o inconveniente de serem administradas mensalmente por longos períodos. Agora, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou um implante biodegradável intraocular que libera, lenta e constantemente, o medicamento. Ele tem poucos milímetros, não exige retirada cirúrgica, por ser biodegradável, e não apresenta incômodo ao paciente. 


    Diário de Pernambuco