• Entre as dicas para prevenir problemas, especialista sugere pausas alternadas na leitura.

    As pessoas estão lendo mais com o tablet. Segundo pesquisa  realizada pelo Pew Research Center em parceria com o The Economista Group, 53% das pessoas que possuem um tablet leem notícias diariamente, sendo que, três em cada 10 novos donos dessa ferramenta eletrônica passam mais tempo lendo notícias do que faziam anteriormente. A pesquisa revela ainda que 77% dos proprietários de tablets utilizam o aparelho todos os dias e passam uma média de 90 minutos neles.
     
    No entanto, especialistas alertam para os cuidados durante a leitura.  Tanto o uso de tablet como de computadores faz com que adultos ou crianças fixem a visão mais no objeto de leitura. Com isso, a frequência do piscar pode diminuir e causar piora da lubrificação ocular, como vermelhidão, irritação e sensação de corpo estranho nos olhos.
     
    Esse quadro pode levar à Síndrome do Olho Seco, um termo usado para descrever um grupo de diferentes doenças e condições que resultam da umidade e lubrificação inadequada do olho", ressalta o médico Daniel Moon Lee, sócio-diretor e chefe do departamento de Catarata e Implantes de Lentes do Hospital de Olhos INOB.
     
    Para evitar o problema, o médico sugere algumas dicas como prestar atenção na iluminação do ambiente e postura na hora da leitura. Se o tablet ou o computador ficar numa distância muito próxima dos olhos, aumenta o esforço de acomodação ou o foco e isso pode causar dores de cabeça depois de uma leitura prolongada, explica.
     
    Segundo o especialista, o ideal é o usuário manter uma distância de 40 cm do objeto, mas este número pode variar conforme a estatura ou comprimento dos braços da pessoa. Outras dicas para preservar a saúde dos olhos durante leitura prolongada em aparelhos eletrônicos são: fazer pausas alternadas e usar colírios lubrificantes pelo menos uma ou duas vezes ao dia. "Mas deve ter sempre orientação médica. Procure um especialista antes de qualquer diagnóstico", conclui o médico do Hospital de Olhos INOB. 



    Fonte: Dr visão