• O que é catarata?

    A catarata decorre da opacificação do cristalino, dificultando a chegada de luz à retina, onde se forma a imagem. A doença é mais comum após os 60 anos, embora possa ocorrer em pessoas mais jovens.

    Depois de formada a catarata, a sua remoção cirúrgica seguida do implante de uma lente intra-ocular é a melhor maneira de se restaurar a boa visão. Não há medicamentos ou óculos que curem ou retardem a catarata.

    A cirurgia

    Com a utilização do Infiniti um facoemulsificador de última geração nas cirurgias de facectomia com implante de LIO.

    Após aplicação da anestesia e de leve sedação é feita uma pequena incisão de cerca de 2,5 mm na parte da frente do olho. Em seguida, é inserida uma micro sonda de ultra-som na cápsula que envolve o cristalino opaco. O cristalino é fragmentado em partículas e aspirado do olho pela sonda de ultra-som conectada ao facoemulsificador.

    Depois, o cirurgião implanta uma lente intra-ocular em substituição ao cristalino opaco. Na maioria dos casos não são necessários pontos.

    Após a cirurgia:

    Geralmente, após breve recuperação cirúrgica o paciente recebe alta e vai para casa onde poderá recuperar-se mais rapidamente. O retorno gradativo da visão inicia-se dentro de 24 horas conforme o organismo do paciente. Em alguns casos a visão começa a ficar nítida logo após a cirurgia.

    Em poucos dias o paciente retorna às atividades do dia-a-dia de acordo com as instruções do cirurgião. A possibilidade de complicações, existente em toda cirurgia, é bastante remota na moderna cirurgia de catarata.

    A.  Olho com catarata antes da cirurgia.
    B.  Olho com visão melhor após a cirurgia.