• Você está com o olho irritado, vermelho e com coceira? Estes podem ser sintomas de conjuntivite. Existem alguns tipos de conjuntivite, e só o oftalmologista, através do exame de biomicroscopia, poderá avaliar.


    As conjuntivites se dividem em infectocontagiosas e as alérgicas. Dentro das infectocontagiosas, a mais comum é a de causa viral, como se fosse uma “gripe” dos olhos, mas existem também as bacterianas e herpéticas.


    Já as conjuntivites alérgicas não são contagiosas e apresentam períodos de melhora e piora dos sintomas de acordo com a exposição aos alérgenos (ácaro, poeira, poluição, pelo de animais, umidade do ar, mudança de temperatura). Em épocas do ano, quando a umidade do ar está muito seca, as conjuntivites costumam ser mais constantes, pois a nossa lágrima está mais escassa.


    Para prevenirmos uma conjuntivite infectocontagiosa devemos sempre lavar bem as mãos e não colocá-las nos olho, a fim de evitar uma contaminação, e lubrificar bem os olhos com colírios adequados em dias muito secos.


    As conjuntivites alérgicas também têm tratamento com colírios específicos, que um oftalmologista poderá receitar. Caso você tenha algum destes sintomas (coceira, olho vermelho, lacrimejamento, sensação de corpo estranho nos olhos e fotofobia) procure um oftalmologista, o qual irá avaliar se você tem conjuntivite e receitar o melhor tratamento.


    Fonte: Portal da Oftalmologia