Ler no ônibus descola a retina? – CTV

Ler no ônibus descola a retina?

Ler no ônibus descola a retina?

Antes que você leve este texto até sua mãe, pai ou responsável para fazer troça, saiba que eles só queriam o seu bem. A verdade é que você pode ler as obras completas de Jorge Amado na Belém-Brasília que a retina vai continuar colada. Mas, fazendo isso, você ainda corre o risco de ficar tonto.

Basicamente, essa tontura vem do fato de que quem lê no ônibus está mandando duas mensagens conflitantes para o sistema nervoso. Do ponto de vista central, concentrada no texto à sua frente, você está parado. Mas a visão periférica capta a paisagem correndo ao seu lado e manda avisar que você está em movimento. Mas essa indisposição não tem nada a ver com descolamento da retina — e pode ser facilmente evitada se você fechar a cortininha da janela do ônibus.

Claro que toda regra tem exceção: a literatura oftalmológica registra o caso de um cidadão amazonense que descolou a retina lendo a bordo de um barco. Todavia, como ressalta Omar Bonilla, presidente da Sociedade de Oftalmologia do Amazonas, o leitor tinha agravantes que contribuíram para o descolamento: 6 graus de miopia e um caso severo de diabetes.

Para um olho normal, o perigo está mesmo na trombada no futebol, no cinto de segurança que escapa, nos psicopatas fãs de Laranja Mecânica. Ou seja, uma pancada muito forte próxima dos olhos. O descolamento inicial pode ser pequeno, notado apenas pelo surgimento de pequenas manchas na visão, mas, sem tratamento rápido, a retina inteira pode se descolar.

Fonte: Super Interessante

Categories : Notícias